Madrid LGBT – O que fazer em Madri – Espanha

madrid lgbt - viajante colorido

Primeiramente, quer saber como é a Madrid LGBT? A cidade de Madri, capital da Espanha, é super receptiva com o nosso público. Conhecida pela diversidade, em Madrid a diversão certa!

Mesmo se você não for, por exemplo, da noite ou da agitação, para quem está procurando museus, arquitetura, ótimos restaurantes e bares e o que mais você quiser colocar nessa lista. Madrid é pra todxs!

Dessa vez, ficamos 3 dias em Madrid para aproveitar o que a cidade tem de melhor e vamos contar tudo para vocês. A experiência não poderia ter sido melhor.

Quer saber tudo?

Sobre Madri

A maior cidade da Espanha, tem cerca de 3,3 milhões de habitantes e foi fundada no século IX. Madri, não tem como foco aquela coisa de beleza natural, pontos turísticos icônicos, entre outros.

Você precisa descobrir a cidade. Já no aeroporto de Madri Barajas, que por sinal é um aeroporto lindo, já encontramos um primeiro ponto positivo: o metrô dentro do aeroporto que te leva para o centro da cidade!

Saindo do aeroporto de Madrid

Fizemos a transferência do Terminal 1 para o Terminal 4 (depois descobrimos que todos os terminais têm acesso ao metrô, mas, então, já era tarde), onde já havia máquinas para comprar os bilhetes.

A tarifa pra quem usa o metrô de dentro do aeroporto, custa um pouco mais cara, e, ao mesmo tempo, você tem que comprar o bilhete de metrô, para ir carregando.

Porém, o lado bom é que você vai conseguir usar em qualquer estação, mesmo fora do aeroporto.

Logo depois, uma outra dica muito importante em relação ao Metrô: existem várias opções de bilhetes de 2, 3 e até 7 dias. Não compre!! 

Exceto se você vai usar mais de 5 vezes ao dia, mas cá entre nós, carregue o bilhete e tenha controle do que está usando.

Esses bilhetes com números de dias, quase nunca valem a pena e, ao mesmo tempo, eles só podem ser usado somente por uma pessoa , então, com um intervalo de 30 minutos.

Sobre o metrô de Madrid – Madrid LGBT

Baixamos o aplicativo maravilhoso do Metro Madri  em que você monta até as rotas para ir da sua origem ao destino.

O metrô de Madri é limpo, organizado e nem nos horários de pico pegamos ele absurdamente cheio, como em São Paulo.

Chip de celular com internet- Madrid LGBT conectada!

Em frente a catraca do metrô no aeroporto tem alguns quiosques vendendo chip de celular pré-pago de todas as operadoras. Basta apresentar o passaporte, fazem o cadastro e, se você pedir, até colocam o chip no meu aparelho.

Logo depois, caso você não queira comprar ali, pode encontrar também, nas máquinas de venda que ficam dentro do metrô e pagar com cartão.

Madrid para os LGBT +

Mas você veio até aqui pra saber mais sobre Madri para os LGBT então vamos te falar das particularidades de cada lugar da cidade, pra você planejar bem a sua viagem.

Como chegamos à noite no dia anterior, com muito cansaço, na manhã seguinte, tomamos café da manhã e fomos para a rua.

Ônibus Hop on – Hop Off

Você conhece e esse tipo de ônibus turístico, que percorre todos os pontos da cidade? Pra quem tem pouco tempo de viagem, ele e ideal pra otimizar e não deixar com que você perca nada da sua viagem.

O “Autobús Turistico de Madrid” é um desses serviços, que, aliás você pode comprar pelo site e pagar em reais, sem IOF através do seu cartão de crédito.

madrid lgbt - bus - viajante colorido

Ele tem 2 andares e teto descoberto, e fazem 2 rotas diferentes:

  • Rota 1. Tem uma duração de 80 minutos (se você não parar, claro) e percorre os pontos turísticos do centro histórico, incluindo a Porta de Alcalá, a Gran Vía, a Plaza Mayor, o Museu do Prado, a Fonte de Cibeles, o Templo de Debod, o Palácio Real e a Catedral da Almudena.
  • Em seguida, a Rota 2. Tem uma duração de 65 minutos e chega até as Quatro Torres, parando, então, em lugares como o Santiago Bernabéu, Praça Colón, Serrano ou a Praça das Cortes.

O “Autobús Turistico de Madrid” tem um aplicativo que é muito bacana. Ele procura para você onde tem os pontos de saída mais próximos de onde você está, pela câmera e GPS.

Você vê pela sua câmera com um pontinho e o símbolo deles, para onde deve caminhar para voltar ao ponto de ônibus.

Antes de mais nada, tínhamos somente esses dois dias livre em Madri, então, fizemos uma linha em cada dia. A viagem toda é guiada em vários idiomas (inclusive em português), quando você pega o ônibus pela primeira vez eles te dão um fone de ouvido e o mapa.

Os bairros de Madri

Chueca – O bairro LGBT de Madrid

chueca - madrid lgbt - viajante colorido

O bairro gay de Madri é também famoso por receber muito bem pessoas de todos os tipos. Possui vários cafés charmosos, lojas, baladas e restaurantes descolados. No verão, a parada gay reúne , ao mesmo tempo, milhares de pessoas de toda Europa e de diversas partes do mundo. Próximo à Gran Vía, fica a 15 minutos de caminhada da Puerta del Sol.

Centro Histórico

puerta del sol - madrid lgbt - viajante coloridio

Em seguida, escolha esse lugar se você quiser ficar em um lugar cheio de gente de tudo quanto é tipo e ficar perto da agitação da cidade. Procure hotéis próximos da Puerta Del Sol, Gran Vía ou Plaza Mayor.

Huertas e Atocha

Logo depois, conhecido por ser o Bairro das Letras, Huertas é famoso por ter sido frequentado por escritores renomados. Com localização central, também está a uma distância curta dos principais pontos turísticos. Bairro da galera “cool” de Madri.

Atocha é um bairro vizinho à Huertas, onde ficam o Museu Reina Sofia, galerias de arte, duas das principais estações de trem da cidade (Atocha e Chamartin) e o terminal de ônibus.

Fique ali, sempre que, você esteja programando muitos deslocamentos e day trips de trem, ou até mesmo para suas próximas cidades a serem visitaras durante a sua viagem.

Tetuán

Em seguida, esse bairro com cara de antigo e bem residencial, hoje habitado por muitos imigrantes. Alguns dizem ser um bairro perigoso. Nós andamos lá durante o dia e a noite, então, não vimos nada de perigoso. Um bairro charmoso, muito arborizado e bem residencial, ou seja, ficaria lá novamente.

Noite em Madrid LGBT

Achamos no site Gay Madrid várias baladas, inclusive com indicação de estação de metrô próximo, ou seja, vale a pena dar uma olhada no site, ao mesmo tempo, pra saber tudo o que tem pra fazer por lá.

Resumo de Madrid LGBT

Amamos Madrid e suas pessoas lindas e de todos os tipos e etnias, educadíssimas e a cidade se mostrou muito maravilhosa. Voltaríamos mais vezes e bate um arrependimento de não termos passado mais tempo por lá.

A cidade é muito organizada, limpa, linda, barata e o metrô funciona muito bem.

Se você quer pegação, então, se prepare, pois, várias vezes fomos cantados nas ruas, até por um policial. A Espanha e Madrid são super receptivas com o público LGBT+!

Finalmente, esperamos que tenham gostado e deixem seus comentários e perguntas.

Se você também vai para Barcelona, leia nosso artigo: Melhores bairros para se hospedar em Barcelona

Dicas para sua viagem:

Descontos