Destinos NOTÍCIAS

Gilbert Baker. Você sabe quem foi?

Credito: ABC News

Gilbert Baker. Você sabe quem foi?

So Lucky so strong so proud
Gilbert Baker. Você sabe quem foi?


Você sabe quem é a Beyoncè, a Rihanna (antes de qualquer coisa, leia até o fim) e outros ícones das bee, né. De informação bobinha os sites LGBT estão cheios por aí, D-I-A-R-I-A-M-E-N-T-E.

Busque o conhecimento, sempre.

Gilbert Baker é o ícone:

Gilbert Baker criou a bandeira que representa todos nós. A bandeira do arco-íris. Ele nasceu em 1951 na cidade de Chanute no Kansas (USA).

Foi pro exército em 1970 em São Francisco na Califórnia onde já estavam rolando os movimentos pelos direitos civis, das mulheres e da homossexualidade. Hoje completaria 66 anos.

Over the Rainbow

Abandonou o exército e decidiu ficar por lá. Aprendeu a costurar, criou placas e cartazes para se manifestar contra a guerra e a favor de quem? De nós, LGBT.

Juntou-se ao ativista e amigo Harvey Milk  (primeiro político representante e gay assumido dos USA) em virtude do desfile do Orgulho Gay em junho de 1978.

Desenhou esse símbolo histórico, costurado com tecidos tingidos que ele já tinha (que tinha 8 cores).

Tempos depois ele disse que se inspirou na canção “Over The Rainbow” .

Gilbert Baker, Créditos: http://brokeassstuart.com
Gilbert Baker, Créditos: http://brokeassstuart.com

Em 27 de novembro de 1978, após seu amigo Harvey Milk e George Moscone então prefeito da cidade serem assassinados, a bandeira do arco-íris cresceu absurdamente.

A trágica morte de seu amigo

Um ano depois da trágica morte de seu amigo, Baker começou a trabalhar na Paramount Flag Company de São Francisco.

E a partir desse momento começa a criar peças publicitárias para numerosos políticos, presidentes de diversos países e até reis.

Na Paramount Flag Company, Gilbert Baker começou a vender uma nova versão da bandeira.

Reduzida a sete cores, em detrimento da cor rosa, devido à escassa disponibilidade e dificuldades para adquirir essa cor nas fábricas.

Como nasceu o formato da bandeira

O formato que conhecemos hoje foi criado em 1979 diante da necessidade de que as faixas fossem em número par.

Foram colocadas metade de um lado da rua no desfile de San Francisco e a outra metade do outro. Dessa forma a bandeira ficou reduzida a 6 cores, desaparecendo o azul-turquesa.

Desde sua criação em 1978, a bandeira do arco-íris se transformou em um símbolo em todo o mundo a favor dos direitos dos homossexuais, transexuais e bissexuais e no ano que vem completará 40 anos.

Uma missão

Em 2003, para comemorar o também vigésimo quinto aniversário da bandeira LGBT, Baker criou uma bandeira do arco-íris de dois quilômetros que atravessou Cayo Hueso, do Golfo do México até o Oceano Atlântico.

Depois das comemorações, enviou diferentes partes da bandeira a mais de cem cidades em todo o mundo.

O local em que seu nome é tão simbólico como a bandeira que criou é o bairro de Castro em São Francisco.

Lá, em 1978, começou a mudar a história da visibilidade e o reconhecimento dos direitos do coletivo LGBT, e em sua praça principal, sobre um enorme mastro, ondula há anos uma bandeira com as cores da comunidade gay.

Uma bandeira cumpre essa missão porque é uma forma de proclamar sua visibilidade, de dizer: ‘Esse sou eu!”, explicou Baker em uma entrevista ao MoMa de Nova York há dois anos, quando o museu adquiriu a bandeira original.

Homenagem

Gilbert Baker, morreu em sua casa em Nova York em 31 de março deste ano enquanto dormia, receberá a homenagem do bairro de Castro em São Francisco.

Na quinta-feira, dia 8, enquanto a cidade de Nova York realizará uma marcha em sua memória no dia 14 de junho.

P.S- Amamos a Beyoncè e a Rihanna, mas temos que dar o valor e importância à quem realmente é de direito. Beijos.

Sobre o autor

Roberto Caravieri

Robba Caravieri , Consultor de viagens e aprendiz de publicitário. Colaborador/proprietário do Viajante Colorido - O maior portal LGBT+ do Brasil.

Add Comment

Click here to post a comment